Sobre ser humano complexo

Sobre ser humano complexo

Estudando o livro O desenvolvimento humano, de  Diane E. Papalia (ed.14, 2021) voltei a pensar em um tópico: A complexidade do ser humano.

Existem dois pontos que podemos observar no nosso dia a dia, o simples e o complexo:

O simples é diferente do complexo. Se tomarmos simples com algo que engloba poucos elementos e variáveis, por exemplo a ação de ligar uma televisão apertando apenas um botão, que depende apenas de ter energia elétrica e alguém apertando o botão de ligar e desligar; ele é diferente do complexo, que seriam vários processos ou elementos diferentes que interferem na situação e é aqui que se encontra o ser humano.

Quanto se unem e misturam diversos conceitos, experiências, formações de pensamentos, conhecimentos, mudanças físicas, mudanças ambientais, convivo com outras pessoas, crenças e descrenças religiosas ou espirituais, genética e escolhas feita na vida, seja por si mesmo ou feitas por outras pessoas e que acabam tocando no indivíduo; tudo isso interfere na saúde e no adoecer.

A pessoa

Foto de Stefan Stefancik: https://www.pexels.com/pt-br/foto/silhueta-do-homem-parado-na-montanha-durante-a-noite-42148/

Uma pessoa, é única, ela engloba diversas características, ainda que elas sejam semelhantes à de outras pessoas, o resultado dessa mistura é único por envolve muito além do que a família de origem ou o próprio corpo da pessoa. Por isso que irmãos gêmeos idênticos possuem diferenças entre si, ainda que passem pela mesma forma de criação (no sentido popular, de forma de ensinamento desenvolvido pela família deles).

E isso me faz lembrar que existe uma ideia interessante e que pode ser vista também como triste: é que quando uma pessoa luta por negar a sua individualidade, o reconhecer os seu gostos pessoais e ser coerente com os seus sentimentos respeitando ela mesma; o corpo dessa pessoa pode manifestar sinais de que esta acontecendo uma incoerência, um atrito entre o que é pessoal do que é social. Muitas pessoas fazem isso para serem aceitas em grupos, na sociedade, mas manifesta-se nelas sintomas (sinais) de adoecimento.

E aqui podemos pensar nos sintomas psicossomáticos, que de uma maneira mais simplificada podem ser entendidos como adoecimentos psicológicos que passam a serem também físicos (no corpo) e que demandam de acompanhamento até mesmo interdisciplinar (médico e psicológico, por exemplo). Não podemos ignorar que o ser humano é complexo, que possui muitos âmbitos (físico, corpo, espiritual…) e que eles não estão separados; nós separamos em partes para facilitar a compreensão, mas ainda assim todos âmbitos têm ligação entre si.

Ao pensar nessa individualidade do ser humano, precisamos considerar que, até mesmo nos adoecimentos, que podem ter características em comum e assim identificar algum nome ao conjunto de sintomas sentido pela pessoa no adoecimento; ainda assim precisamos conhecer o caso único dessa pessoa única. Olhado pras experiências que essa pessoa vivenciou e que levaram a esse adoecimento, as escolhas que ela fez ou deixou de fazer, os relacionamentos com outras pessoas, tudo isso influencia no adoecimento.

Aqui entra a importância do acompanhamento psicoterapêutico nos tratamentos de adoecimentos. Por mais que tenham os adoecimentos físicos, que são tratados por meio da medicina, fisioterapia, nutrição, medicamentos; ainda podem envolver o lado psicológico, no sentido de comportamento da pessoa, sua subjetividade e ai cabe o acompanhamento psicológico.

É preciso olhar para o todo no individual; todos os âmbitos da mesma pessoa que influencia nas sociedades e que também é influenciada por elas. Não podemos nos esquecer que somos muitos âmbitos em uma pessoa só.

Foto de Jeremy Bishop: https://www.pexels.com/pt-br/foto/fotografia-subaquatica-de-tartaruga-2397653/

Posso buscar desvendar o espaço, as galáxias, e sua imensidão; os mares e suas profundezas, mas não posso me esquecer de que cada pessoa é imensa como o espaço e profunda como os mares e que precisa ser desvendada, conhecida e cuidada.

Confira também os artigos: “O autoconhecimento“, “Padrões de beleza e saúde mental“, “Lhe dar com a perda de alguém” e “Decepção com pessoas“.

Fonte de imagens

Capa: Foto de lil artsy: https://www.pexels.com/pt-br/foto/corte-uma-pessoa-irreconhecivel-com-olhos-brilhantes-e-cilios-raros-3876937/

Imagem 1: Foto de Stefan Stefancik: https://www.pexels.com/pt-br/foto/silhueta-do-homem-parado-na-montanha-durante-a-noite-42148/

Imagem 2: Foto de Jeremy Bishop: https://www.pexels.com/pt-br/foto/fotografia-subaquatica-de-tartaruga-2397653/

2 thoughts on “Sobre ser humano complexo

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *